Incentivando os servidores do Poder Executivo nas esferas Federal e Estadual/Distrital a desenvolverem inovações.

O Concurso é um processo seletivo constituído de três etapas de avaliação que são: triagem de conformidade (observação dos requisitos obrigatórios constantes no edital); avaliação preliminar externa (seleção de até 30 iniciativas finalistas, 10 de cada categoria, por avaliadores externos recrutados via chamada pública); e avaliação final entre pares (apresentação oral das iniciativas finalistas seguida da seleção pelos pares, por meio de votação, das iniciativas vencedoras de cada categoria).

O Concurso passou por algumas reformulações, em 2016, e teve como novas incorporações a avaliação entre pares, em que todos os candidatos participam da avaliação final do concurso, a simplificação do processo avaliativo e abertura à participação das experiências dos governos estaduais.

 Além de receberem troféus, certificados, direito ao uso do Selo Inovação nos materiais de divulgação impressa ou eletrônica, as iniciativas podem ser contempladas com a participação em eventos – como Conferências e Seminários – ou missões técnicas à organizações congêneres de outros países. Também há publicação do livro contendo as inciativas vencedoras e inserção da iniciativa no Banco de Soluções da Enap.

Nestes 22 anos de existência, o Concurso recebeu 2263 inscrições e premiou 392 experiências inovadoras. Nestes 22 anos foram realizadas 60 missões com o objetivo de propiciar a troca de experiências e de aprendizados entre equipe responsável pela iniciativa inovadora e os governos estrangeiros induzindo possibilidades de cooperação internacional. 

Parceiro (s):
Enap


Período:
Edições anuais. É implementado pela Enap há 22 anos em parceria com o MPDG.


Palavras-chaves:
concurso; inovação; setor público