Novo Modelo de Governança para o Plano Plurianual (PPA)

A Seplan tinha o objetivo de propor um novo modelo de governança para o PPA, que estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo Governo Federal, Estadual ou Municipal ao longo de um período de quatro anos. A equipe procurou o GNova para testar o seu conceito junto a especialistas e atores relevantes envolvidos no processo.

O GNova decidiu utilizar a metodologia Imersão Ágil (IMA) – checagem de realidade em políticas públicas para abordar o problema. A IMA é um teste de realidade que torna possível, em pouco tempo, entender, na prática, como as iniciativas de políticas e serviços públicos funcionam e como respondem às demandas dos usuários.

Como entrega, foram listadas várias sugestões relacionadas ao ciclo de gestão do PPA (elaboração, monitoramento e avaliação) e às atribuições e composição das instâncias de governança. Também foram gerados quatro insights gerais que sintetizam as principais oportunidades de ação a serem consideradas pela Seplan para revisão do modelo.

Houve também aprendizados durante o processo que merecem ser destacados: o uso de ferramentas de design e a realização de pesquisas sobre o tema durante a fase de preparação foram fundamentais para ajudar a entender a complexidade do problema e definir o escopo do projeto.

Parceiro (s):
Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Período:
junho a agosto/2018


Palavras-chaves:
imersão ágil; políticas públicas; design